top of page

Por que usar motores WEG no agronegócio?



O aumento da necessidade de novas tecnologias no agronegócio, conectando pessoas e o uso de equipamentos de alta confiabilidade, faz toda a diferença na produtividade das fazendas.


As aplicações de motores nos diversos segmentos primários, como na pecuária, vêm exigindo equipamentos com tecnologia cada vez mais avançada, que sejam projetados e construídos para atender as demandas de operações de serviço contínuo. Esse tipo de ação, que implica em partidas e paradas frequentes, requer motores de alta confiabilidade e que sustentem a carga adicional imposta pelo ambiente severo. É por isso que os motores WEG foram projetados para atuar em aplicações agrícolas que exigem performances de alto torque. A crescente necessidade tecnológica do agronegócio, conectando pessoas e o uso de equipamentos de alta confiabilidade, faz toda a diferença na produtividade das fazendas. Exemplo de aplicação do Motor W22 no agronegócio Um distribuidor de equipamentos para processamento de grãos, que utilizava um motor para acionar seus secadores, realizou a substituição para os motores WEG W22, próprios para regime de serviço pesado, e descobriu que esta linha era mais adequada às suas necessidades e trazia mais valor à sua aplicação. O retorno sobre o investimento foi tão expressivo que, após a mudança, ao longo dos últimos 18 meses, continuaram a modernizar seus equipamentos utilizando produtos WEG. Os motores WEG da linha W22 oferecem um fator de serviço de 1,25 cv com 100HP, que os produtos concorrentes não ofereciam. O motor é o mais propício para aplicações agrícolas, pois oferece compatibilidade com “harmônicas em sistemas elétricos”, que é uma anormalidade na qualidade da energia que está sendo entregue a um sistema. Essas anormalidades podem incluir baixo fator de potência, variações de tensão, variações de frequência e surtos. Os motores WEG são projetados para acomodar esses tipos de problemas, que podem ocorrer em aplicações agrícolas. Os motores W22 suportam desequilíbrio de tensão O desequilíbrio de tensão ocorre porque as fazendas contam com energia fornecida pelas concessionárias em muitas fases diferentes, e elas lidam com isso há muito tempo. Para exemplificar, em um cenário ideal, cada fase deveria receber uma corrente de 10 amperes, porém a concessionária pode fornecer uma fase com 9,3 amperes, outra com 11,7 amperes e outra exatamente com os 10 amperes. Essa corrente variável representa um desafio para os agricultores e seus equipamentos, pois eles precisam de motores que possam operar com eficiência sem perder potência. À medida que as fazendas se expandem para espaços maiores - alguns de até 5.000 acres - surge a necessidade de mudança para motores próprios para regime de serviço pesado, pois é necessária mais tensão, e um motor trifásico ajuda a reduzir os custos. Assim, a construção dos motores WEG, em comparação com motores de uso geral, é a melhor opção para o tipo de aplicação exigido pelas fazendas.

Motores elétricos próprios para serviço pesado também oferecem melhor isolamento para uma temperatura ambiente de operação mais alta, e estão aptos para faixa de variação de velocidade de 1:20. Não é incomum que os motores operem a uma temperatura externa próxima aos 100 graus, assim, tendo um melhor isolamento, ele pode trabalhar com temperatura mais fria, aumentando sua durabilidade e consequentemente funcionando por um período maior de tempo.

Os motores para uso geral e de regime padrão, usados anteriormente no setor agrícola, não fazem mais sentido para o cenário atual. Por isso, a WEG recomenda motores de como a linha W22, com capacidade para trabalhar em condições mais difíceis. O uso de equipamentos agrícolas como os produtos WEG garante aos proprietários de fazendas a confiabilidade que eles precisam para operar sem ter o risco de parada não planejado.


Fonte: Weg.net



40 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page